Latin American School for Education, Cognitive and Neural Sciences

Terminou na última quinta-feira, 14/03, a 3ª Latin American School for Education, Cognitive and Neural Sciences. Essa iniciativa de professores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), da Universidad de Buenos Aires, Universidad de Chile e Universidad Católica de Chile, e financiada pela James S. McDonnell Foundation e pela Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento (SBNeC) reuniu, na ilha de Comandatuba, BA, estudantes e pesquisadores de várias partes do mundo com um único propósito: colocar essas áreas de pesquisa para se comunicar melhor e colaborar em prol de uma Educação mais embasada em evidências científicas.

la school logoPor 2 semanas, um forte ritmo de aulas, discussões e projetos sobre Neurociências e Educação – com intervalos regados a praia e piscina – envolveu os estudantes e professores participantes.

A Karina e eu tivemos a grande oportunidade de estar entre os estudantes selecionados para participar desta escola. Eu ainda estou consolidando tudo que vivenciei em Comandatuba, pois o curso foi bem (in)tenso. Mas posso contar um pouco de como o curso me afetou e mudou minha vida.

Logo nos primeiros dias tivemos contato com abordagens de pesquisa diferentes de quase tudo que eu já tinha visto. Em minha pós-graduação tive (e tenho) um bom contato com psicologia experimental e um pouco das bases cognitivistas, mas nunca métodos cognitivistas aplicados em educação, vindos diretamente das abordagens utilizadas por Jean Piaget. Isso me fascinou, pela beleza dos estudos, mas me assustou pelas diferenças linguagem que percebi entre nossas áreas (Neurociências e Educação). Não falamos a mesma língua, e nos comunicar foi um pouco difícil. Mas, a escola acontece justamente para que saiamos de nossas zonas de conforto e trabalhemos para nos comunicar.

Para isso, diversas vivências foram preparadas para estimular uma comunicação melhor entre nossas áreas. De discussões sobre projetos e artigos a conversas em ocasiões mais informais na beira da piscina, tudo proporcionava um bom contato entre os estudantes e estes e os pesquisadores.

Agora imagine você conversando com professores de renome internacional que publicam na Science, Nature, Cell ou Neuron anualmente. Então imagine poder conversar com eles sobre suas pesquisas (e vidas) não só na aula, mas tomando uma cerveja no bar. Conhecendo, não só o pesquisador, mas a pessoa. Junto a todo o pragmatismo e expressão concreta e objetiva dessas pessoas, acompanham uma simpatia e um “saber curtir a vida” que não imaginamos lendo seus artigos. A oportunidade de partilhar essa vivência com eles, ouvir suas experiências, aprender com eles é algo impagável pelo qual serei eternamente grato à SBNeC e à McDonnell Foundation.

E contatos! Estudar, conversar discutir e festejar com essas pessoas também traz grandes oportunidades de colaborar com elas em pesquisa, viajar para seus laboratórios, fazer doutorados sanduíches, pós-doutorados fora, por exemplo. Traz oportunidades de “construir a ponte” entre Neurociências e Educação, expressão que praticamente virou um lema dos organizadores.

Essa LA School me mostrou que a comunicação entre Neurociências, Ciências Cognitivas e Educação é difícil e ainda vai demorar anos para se consolidar de forma satisfatória. Contudo, alguns ótimos exemplos de pesquisadores que conseguiram aliar essas perspectivas em suas pesquisas nos mostraram que a ponte é possível, já acontece e só precisa ser aumentada.

Para quem se interessar pela LA School, o evento do ano que vem já está confirmado e planejado para ocorrer no Uruguai. Posso dizer que, para os que não ficam parados, é uma experiência que muda a vida!

Anúncios
Publicado em Ciência, Educação, Neurociência, Pós-graduação por Cesar A O Coelho. Marque Link Permanente.

Sobre Cesar A O Coelho

Bacharel em Biologia pela UNESP, Botucatu (a gloriosa!), e mestrando em Psicobiologia pela UNIFESP, São Paulo. Apaixonado por neurociências desde o colégio, venceu sua aversão à maior cidade do Brasil para trilhar seu sonhado caminho. Iniciado nas neurociências com o estudo do comportamento animal, hoje estuda memória emocional e sistemas de memória. Sonha em investigar seu objeto de estudo com a maior quantidade de perspectivas possível, cercá-lo por todos os lados. E tenta se cercar dessas ferramentas (perspectivas) ou pessoas que as possuem. “Doido”, como é chamado pelos amigos, é portador de expressões…peculiares (p****ta véio!), muita empolgação e uma mania de tentar ver tudo em seu significado mais abragente (é até chato às vezes). De um jogo de RPG a uma balada, de uma dança de forró a uma discussão científica, de uma reunião científica a uma manifestação política, admira a reunião de pessoas em prol de um mesmo objetivo.

4 respostas em “Latin American School for Education, Cognitive and Neural Sciences

  1. Falando nessa ponte sobre Neurociência e Educação, hoje vi um capítulo da série que o Jornal da Globo está produzindo e apresentando essa semana sobre Neurociências. No episódio apresentado ontem à noite, eles mostraram uma iniciativa do Miguel Nicolelis no RN que desconhecia. Anexo a um instituto para estudo da neurociência, ele está construindo uma escola com capacidade para 1.500 alunos com uma proposta de levar conhecimentos da neurociência para o dia a dia de estudantes do ensino básico.
    Esta é uma espécie de expansão de um outro projeto (Educação para toda Vida) em que desde 2007 duas escolas (no RN e BA) durante dois dias da semana, extras ao currículo padrão do ensino, ensina-se de maneira prática diversos saberes (ciências, robótica, biologia, etc).
    Este é o link com a reportagem: http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2013/03/projeto-pioneiro-une-neurociencia-educacao-em-escolas-no-brasil.html

  2. Gostei do post Cesar, mas fiquei curiosa pra saber se esses pesquisadores conseguiram mostrar exemplos, ou melhor resultados, na pratica de como essa ponte entre a educação e a neurociência vem sendo feita. Você tem algum artigo científico que fale sobre isso?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s