10 coisas que vão acontecer com você na Pós-Graduação – PARTE 1

Sem título

Mais um da série TOP PRISMA. As 10 coisas que vão acontecer com você na Pós-Graduação.

Antes de qualquer coisa, o objetivo desse post não é espantar aspirantes à pós-graduação. Mas sim, apresentar um pouco da realidade de um pós-graduando. Até porque não é nenhuma novidade que só se mantém na pós-graduação/pesquisa científica aqueles que realmente gostam da área, pois é realmente desafiadora de se progredir. Outra coisa importante é que sempre retrato à pós-graduação strictu sensu.

10

No meio do caminho tinha uma pedra. Onde está o erro? Na ótica da pós-graduação Drummond errou ao dizer UMA pedra. Essa pedra muitas vezes faz mitose, meiose e até fica grande e mais forte. Vira uma pedreira que vai dar trabalho de transpor.

Seu experimento vai dar errado, seus voluntários não vão aparecer, a burocracia vai te atrasar, seu projeto vai mudar. Não conheço viva alma que não teve pelo menos um desses problemas. Mas o que consola é que, normalmente as coisas dão certo. Muitas vezes se ouve: “Calma, se não deu certo ainda é porque não acabou”.

9Sabe aquele bom momento em que você precisa de alguém e não consegue sequer contato? Provavelmente isso vai acontecer na sua relação entre você e seu orientador. A sua urgência não é a mesma da dele. Além do mais, ele tem muito mais atividades que você. Aqui o ódio vai ser grande, com certeza, mas pelo menos a sociedade brasileira é um pouco mais tranquila que outras pelo mundo.

shutterstock-Love-Hate

Mas sabe aquele momento em que você está perdido e não sabe o que fazer? Empacado na escrita de um trabalho, por exemplo. Seu orientador tem o poder de dizer: “Gafanhoto, faça isso. Irá te ajudar”.

Em um passe de mágica a luz brilha. E você vai amar seu orientador. Pelo menos até ele atrasar na correção do seu resumo e você quase perder o prazo pra submeter o resumo para o congresso.

8No começo você lia o que te mandavam e nem se preocupava com as referências. Agora como pós graduando você muitas vezes antes de ler o artigo, vasculha as referências do mesmo. O problema é que normalmente coisas novas aparecem e, como bom pesquisador você se propõe a ler tudo na sua área de estudo.

infinity_black

O problema é que isso é IMPOSSÍVEL. Só no PUBMED (uma importante base de dados de artigos em saúde) existem mais de 22 milhões de citações. Digite alcohol abuse e você terá 88.242 artigos, muito não? Digite depression e você terá 287.747. Agora tente a sorte digitando cancer. Você terá somente 2.757.759 de artigos.

Supondo que você seja um jovem cheio de vontade e dedicado, mas um pouco preguiçoso e resolveu estudar sobre abuso de álcool. Lendo somente um artigo por dia, você levaria quase 242 anos para ler todos os trabalhos. Mas claro, nem tudo está dentro do escopo da sua pesquisa. Ok, leia somente 10% disso. Ah, não vou mencionar os outros tipos de trabalhos acadêmicos e você pode ler somente artigos.

7A pergunta não é o problema, mas sim as consequências dela. Essa simples pergunta vai trazer todo o seu projeto na cabeça. Metodologia, experimentos, testes, população, resultados, limitações, etc… Se pego desprevenido, isso costuma vir inclusive acompanhado da velha ampulheta do Windows, e em uma boa perspectiva você não será assolado pela tela azul.

Com o tempo alguns desenvolvem a estratégia de pensar uma frase curta e simples pra poder definir seu projeto. No meu caso: “Estudo a relação entre o uso de drogas e a prática de esportes”. Ou se perguntarem, qual meu departamento (Psicobiologia), digo: “Estudo Neurociência, o cérebro!”.  Aqui o ponto crucial é dizer CÉREBRO.

Vale a pena treinar isso em casa. Ajuda muito em futuros momentos.

6Já escreveu um artigo científico querido amigo? Quantas versões no Word você teve dele? Artigo V1.doc; Artigo V2.doc; Artigo V2 correção orientador.doc; Artigo V3.doc……………….. Artigo Final.doc.; Artigo Final Final V2 Quase FINAL.doc.

Até chegar à publicação é um vai e volta de correções entre os autores que como se diz, é um parto fazer um artigo. Depois ainda vêm um, dois, e às vezes mais pareceres cheios de questões dos referees (isso, DOS referees, pelo menos dois).

poltergeist-movie-490x328

Não há ser humano que aguente. Quando seu artigo é publicado você costuma já estar rezando para o bendito sumir da sua frente e que tirem esse encosto que há meses que te persegue.

Ainda essa semana, a segunda parte desse relato da odisseia da pós-graduação. Aguardem!

Acesse aqui a segunda parte desse post!

Anúncios

7 respostas em “10 coisas que vão acontecer com você na Pós-Graduação – PARTE 1

  1. Pingback: 10 coisas que vão acontecer com você na Pós-Graduação – PARTE 2 | Prisma Científico

  2. kkkk, cara vç já disse tudo, vida acadêmica é isso mesmo, e mais um pouquinho de ansiedade na entrega final do trabalho, pensamentos do tipo ainda poderia ser melhorado é tradicional. rsrsrsrs

  3. Bárbaro, é isso mesmo!!! nem quis ver a revista qdo minha publicação saiu, dois anos depois da pós. Demais, parabéns pelo relato, muito real.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s