Quando o Universo surgiu ele não fez BOOM!

Recentemente (30 de março de 2013), um físico da Universidade de Washington em Seattle nos Estados Unidos, Dr. John Cramer, produziu um arquivo que simula o som do Big Bang. Essa simulação foi baseada em informações de radiações cósmicas. Há cerca de 14 bilhões de anos quando, segundo a teoria do Big Bang, o Universo teria se iniciado a partir de uma forte expansão (vale lembrar que não foi exatamente uma explosão), a primeira música a ser tocada foi essa (CLIQUE NA FOTO ABAIXO):

article-2302787-18D67EEF000005DC-277_634x316

Bela abertura do espetáculo da foto acima, figura representativa do início do Universo! Realmente o Universo não surgiu com um BOOM! Outro ponto muito importante e questionado: o som se propaga no vácuo? Não, o som não se propaga no vácuo! A reconstrução sonora do Big Bang é baseada em ondas cósmicas. Lembrem-se que o  som que acabaram de ouvir é uma construção computacional de dados cósmicos.

Em 2001, o Dr. John Cramer escreveu um artigo para a revista “Analog Science Fiction & Fact” descrevendo como seria o som do Big Bang baseado em radiação de micro-ondas cósmicas observadas em experimentos com balões e satélites. Alguns anos mais tarde, esse artigo recebeu uma pergunta de uma mãe de um garoto de 11 anos de idade que estava trabalhando online no projeto do Big Bang: o som do Big Bang está realmente registrado em algum lugar? (Só gostaria de ressaltar que na astronomia é muito comum os pesquisadores disponibilizarem dados online para que qualquer pessoa no mundo possa participar de sua avaliação). O Dr. John Cramer respondeu que não, não havia o registro sonoro do Big Bang! A partir daí, ele começou a pensar em como seriam as primeiras notas tocadas pelo Universo. Depois de muito estudo e análise computacional de dados coletados pelo “European Space Agency’s Planck satellite mission” até março de 2013, o Dr. Cramer chegou ao som que vocês ouviram no link anterior. A simulação representa os primeiros 760.000 anos de evolução do Universo. Vocês podem fazer o download dos arquivos de som clicando aqui.

Alguns músicos, DJ`s e compositores de plantão podem até se interessar e achar semelhanças entre o padrão do som do início do Universo e algumas músicas conhecidas. Qual famoso DJ vai incorporar isso em sua próxima música eletrônica? Cá para nós, eu adicionaria o som do Big Bang no início de uma das séries de TV mais famosas de hoje em dia! The Big Bang Theory… 😉

Voltando à ciência, conhecer como deve ter sido o som dos primeiros momentos do Universo é bem legal, mas será que existe alguma aplicação prática? Bom, essa marca sonora dos primeiros momentos após o Big Bang permite que os cientistas aprendam mais sobre o início e o desenvolvimento do Universo. Esse modelo vai ajudar cientistas a detalhar variáveis como a idade do Universo, razão de expansão, fração de energia e massa, características da massa escura (sobre a qual sabemos quase nada), da energia escura (que sabemos menos ainda). Entendendo o começo, talvez desvendaremos o presente e calcularemos melhor o destino do desenvolvimento do Universo. Independentemente disso, gosto de pensar que sanar a curiosidade humana sobre as origens do Universo é ajudar a humanidade a entender mais sobre si mesma e acalmar ansiedades que assombram nossa história.

bigbang

Referências:

http://faculty.washington.edu/jcramer/BBSound_2013.html

http://www.washington.edu/news/2013/04/04/listening-to-the-big-bang-in-high-fidelity-audio/

Anúncios

Uma resposta em “Quando o Universo surgiu ele não fez BOOM!

  1. Pingback: As sete maiores descobertas científicas de 2014 | Prisma Científico

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s