Felicidade e dinheiro! Quem não quer?

O que é felicidade? O que gera felicidade? Já parou pra pensar sobre isso? O Prisma sim, no texto A procura da felicidade vs A procura do propósito de Viktor Frankl.

Segundo o dicionário Michaelis, uma pessoa feliz é “1. Favorecida pela boa sorte, pela fortuna; ditoso. 2. Satisfeito”. Porém a manifestação dessa felicidade se dá de maneiras diversas entre os indivíduos. Para alguns, ser feliz é estar ao lado de quem se gosta, para outros é ser bem sucedido profissionalmente, outros simplesmente ter uma boa refeição, poder ouvir uma boa música, etc. Muitas coisas podem gerar essa sensação de felicidade aos indivíduos.

Mas, na sociedade atual, muitas vezes a felicidade vem associada ao dinheiro, ao adquirir, ao ter. E se vocês repararam, a própria definição de feliz no dicionário aceita esta interpretação “pela fortuna” (para o mesmo dicionário fortuna também significa, entre outras coisas, “bens, riqueza”).

Não são raras as situações em que você ouve: Mas você vai fazer este curso? Isso não dá dinheiro! Ou então: Meu filho, quero seu bem, porque você não faz medicina, engenharia ou direito? Isso que dá dinheiro. Pode ser piegas, mas sempre digo às pessoas, você vai ganhar dinheiro desde que seja o melhor profissional da sua área. Então faça o que gosta realmente para que consiga alcançar mais facilmente este objetivo, ou pelo menos com menos sofrimento.

Focando em somente um dos possíveis questionamentos dessas atitudes, não há problema nenhum em querer ganhar dinheiro e ser rico. O problema em minha opinião é quando o dinheiro deixa de ser um meio para se alcançar a felicidade, e se torna o único fim.

Na literatura científica não é novidade a curiosidade sobre a relação dinheiro e felicidade. Em geral a relação é muito complexa, como tudo que envolve seres humanos, mas sim, ter dinheiro está associado a ser feliz.

Mas como já disse, nada é tão simples. A relação existe, mas existem vários dados que os estudos científicos também apontam.

Em vários países durante as últimas décadas, apesar do aumento na renda per capita, o nível de felicidade ou satisfação com a vida se manteve estável ou diminuiu.

Além disso, aumentar a renda não aumenta também a alegria ad infinitum. Especificamente, considerando dados de 51 países observou-se ao se atingir o limite de U$ 10.000 de renda média, esta renda tem pouco efeito no bem estar médio das pessoas.

Money-Happiness_1024x768

Ainda nesse sentido, dobrar os rendimentos de uma pessoa de baixa renda aumenta muito mais a felicidade dela do que se dobrar a renda de uma pessoa de alta renda. Porém não se sabe se as pessoas são mais felizes pois possuem mais dinheiro (podem comprar vários bens) ou se elas possuem mais dinheiro por serem felizes (por gostarem de trabalhar mais ou serem mais empreendedoras).

Indo mais a fundo, isso não explica porque muitas pessoas estão sempre buscando maiores rendas. Ou seja, tornam o dinheiro o único fim importante.

Do ponto de vista comportamental e neurobiológico, adquirir bens gera prazer. Consequentemente, a dopamina está novamente associada a este comportamento.

Uma questão importante é que este prazer gerado é geralmente transitório, e com o tempo pode ocorrer uma adaptação (diminuição do prazer gerado pela repetição do estímulo de comprar). Por exemplo, comprar um carro novo para uma pessoa que já nos últimos anos 5 carros não é tão prazeroso quanto para alguém que troca de carro de 5 em 5 anos.

Money Falling on Happy Businessman

Outro ponto importante é levantado por Daniel Kahneman, psicólogo ganhador de um Nobel em Economia. Ele pontua que às vezes ocorre um fenômeno chamado por ele de ilusão de foco (focusing illusion). Isto é, quando a pessoa é colocada a pensar sobre o impacto de um fator único da vida em seu bem estar, como a renda, elas tendem a exagerar sua importância. Assim elas acabam superestimando o impacto dessa renda no seu próprio bem estar. Isso promove ainda mais que elas busquem aumentar sua renda.

Além dos pontos que levantei no texto ainda existem vários outras questões que são consideradas nesses estudos e pontuadas como importantes em outros trabalhos: Como as pessoas gastam seu dinheiro (consigo ou com outras pessoas), as comparações com outros indivíduos, a percepção sobre sua situação financeira, o quanto de controle ela possui sobre sua vida.

Enfim, na enormidade de associações que a complexidade humana permite, muitas vezes, como disse, a felicidade se expressa através de maneiras diferentes entre as pessoas. Assim como o dinheiro, aqueles que concentram a sua fonte de felicidade em somente um fator acabam vivendo em uma corda bamba. Quando essa única fonte de felicidade se esvair a própria pessoa pode se perder com ela.

E você, o que te faz feliz?

Referências Bibliográficas:

  1. Frey, Bruno S., and Alois Stutzer. “What can economists learn from happiness research?.” Journal of Economic literature 40.2 (2002): 402-435.
  2. Kahneman, Daniel, et al. “Would you be happier if you were richer? A focusing illusion.” Science 312.5782 (2006): 1908-1910.
  3. Dunn, Elizabeth W., Lara B. Aknin, and Michael I. Norton. “Spending money on others promotes happiness.” Science 319.5870 (2008): 1687-1688.
  4. Boyce, Christopher J., Gordon DA Brown, and Simon C. Moore. “Money and Happiness Rank of Income, Not Income, Affects Life Satisfaction.” Psychological Science 21.4 (2010): 471-475.
  5. Voon, Valerie, et al. “Mechanisms underlying dopamine-mediated reward bias in compulsive behaviors.” Neuron 65.1 (2010): 135-142.

3 respostas em “Felicidade e dinheiro! Quem não quer?

  1. Li o post quando saiu e adorei, já que é um tema bem actual para os que estamos a acabar o curso e pensar em procurar emprego, acho eu.
    Assisti depois este video e lembrei novamente do que aqui é falado:

    Parabéns pelo site!🙂

    • Oi Blanca! Nem sabia que conhecia o site! Obrigado pelo comentário! Fiquei feliz de saber que leu o texto!

      Achei muito interessante o vídeo, ele aborda considera várias áreas de conhecimento! Da psicologia à arquitetura!! hahahah!

      Muito válido esse compartilhamento do vídeo!!🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s