E o Nobel 2015 vai para…

Nobel_PrizeVocê já deve ter ouvido falar do Prêmio Nobel e também deve saber que esse prêmio honra avanços científicos e culturais. Esse prêmio é concedido anualmente em várias categorias e o laureado recebe uma medalha de ouro, um diploma e uma quantia em dinheiro que é definida pela Fundação Nobel (desde 2012 essa quantia gira em torno de 1,2 milhões de dólares). É interessante dizer que o Nobel não é atribuído postumamente.

Alfred Nobel (1833-1896) nasceu em Estocolmo, Suécia, e se tornou um famoso cientista, inventor, homem de negócios e fundador do Prêmio Nobel. Ele faleceu em 1896 na Itália. Em seu testamento destinou a maior parte de sua fortuna para ser usada como prêmios para aqueles que tivessem atingido conquistas importantes para a humanidade em áreas de física, química, fisiologia e medicina, literatura e paz. Em 1901, os primeiros prêmios foram anunciados.

Slide1

Nessa última semana ficamos sabendo dos prêmios de 2015! Nada mais justo do que fazer a divulgação no Prisma Científico da ciência reconhecida pelo Prêmio Nobel. Vou citar aqui os prêmios de Física, Química e Fisiologia/Medicina. Lembrem-se que existem também os prêmios de Ciências Econômicas, Literatura e o prêmio da Paz (são importantes, mas agraciam avanços econômicos e sócio-culturais). Obviamente não sou especialista para fazer uma análise aprofundada de todos os trabalhos premiados, mas tentarei dar uma pequena explicação para instigar a curiosidade.

Prêmio Nobel de Física 2015:

Takaaki Kajita (Japão)

Takaaki Kajita  (Japão)

Arthur B. McDonald (Canadá)

Arthur B. McDonald  (Canadá)

O prêmio foi dividido entre Takaaki Kajita e Arthur B. McDonald pela demonstração que neutrinos mudam de identidade, o que indica que essas partículas tem massa. Os neutrinos são partículas muito pequenas e que intrigam os cientistas porque são capazes de atravessar todo o nosso planeta sem interagir drasticamente com ele. Depois dos fótons, partículas da luz, os neutrinos são as partículas mais abundantes do cosmos. Bilhões dessas partículas estão a nossa volta vindas de diversas fontes: Sol, atmosfera, rochas ou de nós mesmos. A descoberta do cientistas Kajita e McDonald são cruciais para o avanço do conhecimento sobre a matéria e o universo.

O Sol é uma das maiores fontes de neutrinos...

O Sol é uma das maiores fontes de neutrinos…

“The Nobel Prize in Physics 2015”. Nobelprize.org. Nobel Media AB 2014. Web. 10 Oct 2015.

Prêmio Nobel de Química 2015:

Tomas Lindahl

Tomas Lindahl (Suécia)

Paul Modrich

Paul   Modrich (EUA)

Aziz Sancar

Aziz       Sancar (Turquia)

Este ano o prêmio honrou estudos sobre o reparo do DNA desenvolvidos por Tomas Lindahl, Paul Modrich and Aziz Sancar. O DNA é uma molécula instável e danos ao nosso material genético podem desencadear diversos problemas. Para evitar os danos e manter a saúde do organismo, as células possuem uma série de  mecanismos intrigantes para a correção das lesões do DNA. Atualmente, nós conhecemos esses mecanismos moleculares em detalhe em grande parte por causa dos trabalhos pioneiros de Lindahl, Modrich e Sancar. Lindahl identificou um novo grupo de DNA glicosilases que ajudam na reparação da molécula. Modrich transformou o entendimento dos mecanismos de reparação de troca de bases do DNA em bactérias e em células eucarióticas (células de mamíferos, por exemplo). Sancar aprimorou o conhecimento sobre o reparo de nucleotídeos e sobre os mecanismos moleculares da fotoreativação, um dos primeiros mecanismos de reparo do DNA descritos. Esse conhecimento desencadeia uma série de estudos para aprimorar esses mecanismos e não permitir que eles falham, aumentando a possibilidade de descobertas de curas para diversas doenças como, por exemplo, o câncer.

O DNA carrega o nosso código genético e é uma molécula instável... Repará-lo constantemente é como a célula mantêm suas propriedades.

O DNA carrega o nosso código genético e é uma molécula instável… Repará-lo constantemente é como a célula mantêm suas propriedades.

“The Nobel Prize in Chemistry 2015”. Nobelprize.org. Nobel Media AB 2014. Web. 10 Oct 2015.

Prêmio Nobel de Fisiologia e Medicina 2015:

William C. Campbell (Irlanda)

William C. Campbell (Irlanda)

Satoshi Ōmura

Satoshi Ōmura (Japão)

Youyou Tu (China)

Youyou      Tu     (China)

Sem dúvida, neste ano esse foi o meu prêmio favorito! Metade do Nobel foi para William C. Campbell e Satoshi Ōmura pela descoberta de novas terapias contra doenças infecciosas causadas por parasitas. A outra metade foi entregue à Youyou Tu, pela descoberta de um tratamento contra a Malária. Os três cientistas estudam as doenças negligenciadas, que agrupam um conjunto de doenças endêmicas especialmente entre as populações pobres da África, Ásia e América Latina. Juntas, essas doenças causam entre 500.000 e 1 milhão de óbitos anualmente. O impacto global da descoberta desses três cientistas é imensurável. Ōmura pesquisou diferentes linhagens da bactéria Streptomyces como fonte de novos compostos bioativos e isolou de uma cultura de bactéria, Streptomyces avermitilis, o Avermectin. Campbell, adquiriu a cultura de Ōmura e pesquisou a eficácia do Avermectin contra parasitas de animais domésticos. O Avermectin foi quimicamente modificado e nomeado Ivermectin. Mais tarde esse medicamento foi testado em humanos contra a filariose, mais conhecimento popularmente como elefantíase. A  cientista Tu valeu-se dos conhecimentos da medicina tradicional chinesa  e descobriu o Artemisin, composto altamente efetivo contra o parasita que causa a Malária, tanto em infecções em humanos quanto em outros animais. É a ciência melhorando a qualidade de vida dos homens e dos outros animais.

Representação cartográfica de regiões afetadas pela Malária.

Representação cartográfica de regiões afetadas pela Malária.

“The Nobel Prize in Physiology or Medicine 2015”. Nobelprize.org. Nobel Media AB 2014. Web. 6 Oct 2015. 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s