As sete maiores descobertas científicas de 2014

sem-tc3adtuloOlha quem chegou: o ano novo! Os doces foram jogados fora, a mensalidade da academia atrasada há meses foi paga, as gordurinhas acumuladas estão prontas para serem queimadas e as promessas feitas no Reveillon estão sendo cumpridas. Bom, pelo menos até Março né?

Nesse clima de falta de vontade de voltar ao trabalho e cuidando das queimaduras de sol, eu tive um momento Fátima Bernardes e me perguntei: da onde surgem as tradições? Pensando nisso resolvi dar prosseguimento e institucionalizar a primeira tradição do Prisma Científico: todo começo de ano faremos um retrospecto do que aconteceu de melhor na ciência no ano que se passou. Se você não conferiu as maiores descobertas científicas de 2013, clique aqui e veja os avanços daquele ano. Pois bem amigos, vamos as 7 maiores descobertas/avanços científicos de 2014! Continuar lendo

Levy Fidelix, Eduardo Jorge e o Ebola

Nos últimos meses presenciamos uma corrida eleitoral ímpar, marcada por acusações levianas nos debates à troca de elogios regionais no Facebook que ainda repercutem. Para um bom observador foi fácil identificar a polaridade que dividiu o Brasil: esquerda e direita; PT e PSDB; coxinha e petralha; bolacha e biscoito. Todos defendendo com unhas, dentes e reportagens da Veja suas opiniões. Porém agora quero lembrar a você, leitor, dois personagens que participaram deste pandemônio, mas que não tiveram uma expressão de votos significativa nas eleições: Levy Fidelix e Eduardo Jorge.

Imaginemos uma escala que vai do conservadorismo ao liberalismo. No lado conservador encontramos Levy: “fisiologista”, defensor dos valores da família brasileira, dos bons costumes e da religiosidade. Do lado liberal, encontramos Eduardo: ambientalista, defensor da legalização das drogas e fanfarrão do Twitter.levy-eduardo-jorge

Agora uma pergunta: se o tão temido Ebola chegasse ao Brasil, qual dos dois ex-candidatos à presidência teria mais chances de escapar da contaminação?

Continuar lendo

Por que as mulheres menstruam?

Por Suzanne Sadedin

Estou tão feliz que você se perguntou isso, de verdade! A resposta para essa questão é uma das mais iluminadoras e perturbadoras histórias da evolução biológica humana, e quase ninguém sabe disso. Portanto, ó meus amigos, se aproximem e escutem o extraordinário conto de:

Como as mulheres começaram a menstruar. Continuar lendo

Os Corvos e a sua Guerra dos Tronos

Antes de tudo, leitor, clique aqui e deixe a música criar o clima para o texto.

Corvos são animais que para a mitologia e literatura se encontram em um espaço limítrofe entre o mundo espiritual e o mundo real, das religiões pagãs até “O Corvo” de Allan Poe, eles são vistos em geral como detentores do conhecimento místico da morte e, em algumas culturas,  como seres que carregam consigo os maus presságios pelo seu hábito necrófago e a sua cor negra. No seriado Game of Thrones (inspirado na série de livros “As Crônicas de Gelo e Fogo”) a imagem do corvo surge em alguns momentos com a sua habitual ligação mística (“o corvo de três olhos”) e em outros como o grupo de “soldados” servindo para sempre na solidão da muralha, protegendo o continente, um exército formado pela escória do mundo… E esse cara:

Sem título

Continuar lendo

Sobre consciência e inteligência artificial. (Parte 1)

mindMesmo com o avanço dos estudos sobre a consciência, este ainda é um tópico peculiar para as ciências cognitivas. Esse lugar de destaque parece não advir só da complexidade inerente ao assunto, mas também da possibilidade de que, ao descobrir mais sobre ela, se encontre um ponto de destaque para o conhecimento mais aprofundado das nossas propriedades mentais.

Continuar lendo

A vontade de viajar e o gene da migração

Gastar seu dinheiro com viagens ou comprar o último modelo do aparelho eletrônico da moda?

Se você é uma daquelas pessoas que não param quietas, que aproveitam qualquer feriado para colocar a mochila nas costas e pegar a estrada, ou que adoram e buscam sempre conhecer lugares novos, provavelmente escolheria a primeira opção, não é mesmo?

Continuar lendo

A “cristalização” de conceitos e o erro de Lamarck

Durante toda nossa vida de aprendizado, nos deparamos com determinadas situações que tem o objetivo de explicar determinados conceitos.  Exemplos clássicos referem-se aqueles exemplos, que geralmente melhor representam um determinado conceito dentro de uma teoria. Livros didáticos sejam eles de física, química ou biologia, são recheados de tais exemplos.

Os conceitos que são apresentados a fim de explicar teorias, principalmente aqueles mais antigos, podem não ser atualizados ao longo do tempo e com isso corremos o risco de perder a perspectiva histórica e os achados de investigações posteriores na área de estudo.

Continuar lendo