E o Nobel 2015 vai para…

Nobel_PrizeVocê já deve ter ouvido falar do Prêmio Nobel e também deve saber que esse prêmio honra avanços científicos e culturais. Esse prêmio é concedido anualmente em várias categorias e o laureado recebe uma medalha de ouro, um diploma e uma quantia em dinheiro que é definida pela Fundação Nobel (desde 2012 essa quantia gira em torno de 1,2 milhões de dólares). É interessante dizer que o Nobel não é atribuído postumamente.

Alfred Nobel (1833-1896) nasceu em Estocolmo, Suécia, e se tornou um famoso cientista, inventor, homem de negócios e fundador do Prêmio Nobel. Ele faleceu em 1896 na Itália. Em seu testamento destinou a maior parte de sua fortuna para ser usada como prêmios para aqueles que tivessem atingido conquistas importantes para a humanidade em áreas de física, química, fisiologia e medicina, literatura e paz. Em 1901, os primeiros prêmios foram anunciados. Continuar lendo

Anúncios

Filho e mãe: ele com os olhos dela e ela com os genes dele

Não é preciso de muita observação científica para perceber na natureza humana um padrão muito interessante: a ligação entre mãe e filho, assunto também abordado em um texto anterior do Prisma (Por que as mulheres menstruam?). Isso desenvolve-se tipicamente durante o processo da gravidez, do parto e da amamentação. Além disso, a ligação pode se dar em questões de segundos, minutos, horas, dias ou mais. É claro que essa ligação afetiva também pode ser desenvolvida para filhos não sanguíneos como no caso de uma adoção, ou com o pai da criança. No entanto, quero salientar neste texto um pouco do primeiro caso, no qual a ligação afetiva é combinada a trocas de substâncias químicas que podem alterar o organismo da mãe e do bebê irreversivelmente.

Continuar lendo

Em busca da centelha da vida

Sempre que se sentir sozinho levante e saia para comprar 18kg de Carbono, fósforo suficiente para fazer 2 mil palitos e um prego de ferro. Vá até o laboratório de bioquímica de sua Universidade e pegue pequenas quantidades de alguns elementos relativamente comuns. Traga-os para sua casa, junte tudo em uma grande caldeira, adicione 50 litros de água e mexa por 15 minutos. Saiba que a mistura resultante é semelhante, pelo menos quimicamente, a uma pessoa. No entanto, não constitui um ser humano, pois obviamente não possui vida.

Dessa forma, o que transforma um punhado de produtos químicos em uma entidade biológica que pensa, respira e sonha? Por que somos muito mais do que a soma de nossas próprias partes? Como se desenvolveu a busca pelo segredo da vida?

Imagem

Continuar lendo