Quem tem medo de Estatística?

estatistico

 

Em qualquer curso que não seja específico da área de Exatas, as pessoas se surpreendem ao verificar que, na grade curricular, é possível notar que será preciso cursar pelo menos uma ou duas disciplinas de estatística. Isso mesmo! Você não leu errado, não. É estatística mesmo. E já sabemos o que você está pensando: “Poxa vida! Escolhi Psicologia/Biologia/Medicina/Sociologia e até aqui a matemática e as disciplinas de exatas me seguem! Aí não vale!” É fato: dez em cada quinze graduandos odeiam a simples ideia de ter que lidar com números e fórmulas novamente. Mesmo assim, não se preocupe, a boa notícia é que a história não precisa ser assim. Continuar lendo

Anúncios

Quem vai ganhar a Copa do Mundo?

É amanhã!!l! Sim senhor, mesmo em meio a muitas controvérsias, eis que pela segunda vez na história a Copa do Mundo de Futebol será realizada no Brasil.

Neste exato momento muitas pessoas gostariam de saber quem vai ganhar a Copa, seja por mero prazer ou para sair na frente de seu companheiro de trabalho no bolão da empresa!

Apesar daquele bolão entre os amigos ser muitas vezes mais simbólico em relação à quantia, algumas apostas profissionais movimentam muito e muito dinheiro. Neste caso as coisas começam a ficar “ainda mais sérias” e o interesse em acertar cresce ainda mais.

E aí, como prever quem vai ganhar a Copa?

Perguntando ao polvo adivinho? Isto não vai acontecer, até porque nosso amigo Paul não está mais aqui neste plano… À tartaruga Cabeção, nossa substituta diretamente da Bahia? Hum… Vamos à outra alternativa! E uma opção mais com a cara do Prisma Científico!

An-octopus-named-Paul-sit-002

Continuar lendo

A Beleza dos Dados – a estatística e seus gráficos

No primeiro semestre de faculdade eu me perguntei: Por que raios eu tenho de fazer uma matéria de Estatística sendo que escolhi cursar Psicologia? Ora, Psicologia não tem nada a ver com Estatística!

Na época eu não fazia ideia da importante relação entre essas duas disciplinas e tão pouco imaginava que a Estatística fosse assumir tamanha relevância em minha vida. Inclusive após ingressar na pós-graduação agradeci muito pelos dois semestres de aula de Estatística que tive na graduação.

Minha ingenuidade vinha basicamente da falta de conhecimento, medo dos números e por achar a Estatística algo bastante chato. Pensando neste último ponto, de fato a Estatística pode ser maçante quando olhamos para uma tabela com infinitos números e siglas que podem complicar e não ajudar. Algumas vezes simplesmente ignoramos informações e focamos na busca de um tal asterisco, cruz, ou algo que destaque a existência de significância estatística.

Continuar lendo